quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Onde esse mundo vai parar?

(típico exemplo do que pode acontecer ao mundo nas mãos de certos tipos de crianças)

O mundo está completamente perdido queridos leitores.

Fui almoçar hoje, e como não estava com muita fome, resolvi pegar um notebook aqui na empresa, e ir para um café novo que abriu perto da FENAC. Pedi um Chá e algo para comer, (Sei que chá é coisa de viado, mas porra, não posso tomar Whiskie em horário de serviço) abri o note e conectei ele em uma das 319 conexões Wi-Fi disponíveis e sem proteção!

Voltando ao assunto, enquanto eu navegava tranquilamente na web, pude presenciar algo meio que assustador, que originou a tese de que o mundo está perdido. Eu noto uma crescente falta de preparação dos pais hoje em dia. Não sei se é porque fui criado diferente, mas está tudo errado.

Explico-lhes.

Estou aqui, tranquilamente no café, quando chega uma jovem senhorita com uma menina no colo, ela se instalou na mesa ao meu lado, pediu um “capuxino(sim, pobre detected, ela falou com X), pegou o jornal pra ler e soltou a menininha capeta no chão.

Enquanto a senhorita se divertia com a leitura (provavelmente horóscopo ou palavras cruzadas), a menininha foi até a porta do estabelecimento, a mãe saiu correndo e pegou a criança e falou um alto “não pooodeeee filinhaaaa”.

(Dramatização explicando como era "Filhinha")

Até ai, tudo bem. Ela voltou a ler, a menina veio mexer na bolsa do meu notebook… eu com toda educação do mundo passei a mão na cabecinha dela e disse “não pode querida”, a mãe aqui do lado fala “não pode mexer minha filha”, e voltou a ler.

A criança obviamente continuou mexendo, e com todo cuidado e calma disse “moça, é meio frágil isso aqui. Você poderia pedir pra ela não mexer?”, não deixando de frisar que minha vontade era de dizer "Vá se fude sua cretina, cuida direito dessa pentelha dos infernos!", a moça veio com cara de cu, pegou a menininha, passou a mão na cabeça dela e voltou a ler.

A criança, descontrolada e provavelmente com uma alta taxa de açúcar no sangue, corria para todo lugar. Sério, a menina era muito mais esperta que a mãe. Enquanto a mãe está aqui bebendo seu “capuxino” e falando ao celular, ela já tentou escapar para a rua umas três vezes.

A mãe toda vez se vira assustada como se tivesse surpresa que a filha está longe e saí correndo, deixando o celular na mesa, pega a criança, trás no mesmo lugar, solta ela no chão, a criança faz o caminho de volta, quase sai na rua, a mãe vira assustada e vai pegar ela de novo, deixa o celular na mesa, trás a menina de novo, e o processo vai se repetindo. Quem é mais esperto ai? Rato quando leva um choque, aprende e não repete o ato, já esta mãe é capaz de ficar aqui 15 dias e ter a mesma reação de surpresa.

Eis que a criança cansou de tentar ir pra rua, enquanto a mãe fofoca ao telefone, a monstrinha foi mexer no mostruário de livros, que fica na parte de dentro do café. Deve ter derrubado uns 15 livros, pelo menos enquanto eu ainda estava contando.

Ela pegou um e trouxe até a mãe. Só que a mesa onde estávamos ficava do lado de fora dos detectores, que acusam quando algo é levado da loja sem pagar. O que aconteceu? Claro, quando ela passou pela porta, o alarme apitou feito uma hiena com reumatismo e a criança abriu um bocão, berrando mais alto que o alarme.

"Maldita hora que resolvi almoçar aqui." pensei.

A mãe saiu correndo com uma cara de “filha achei que você estava do meu lado, o que aconteceu?”. Deu um puta rolo do caralho, e a lazarenta da mãe ainda queria estar com a razão. A gerente do café teve que entrar na história e a situação se apaziguou.

Sério, este mundo está todo errado. Na época que eu era criança, bastava meu pai dizer: “- Platãozinho, aqui do meu lado.” com aquele olhar de que se eu desobedecer, algo poderia ser modificado em meu lindo rosto. Um dia tentei ir contra as suas vontades, e quase que não teria Platão hoje para contar história!

(Aristóteles-Chan aprontava várias na infância)

Certos integrantes desse blog, quando crianças, tinham um certo desequilíbrio de sanidade e buscavam contraria seus maravilhosos pais. Uma cacetada, e voltavam a ser as crianças mais politicamente corretas do mundo!

Eu digo, caros leitores, o mundo está completamente perdido. Eu nunca tive nada contra crianças, mas esses pais que não sabem cuidar dos filhos me fizeram ODIAR toda criança que chegue perto de mim.

Meu filho, quando chegar a nascer num futuro não muito próximo, aprenderá a respeitar e a obedecer, por bem ou por mal. Foda-se.

Eu nunca quebrei nada de ninguém, eu era capaz de andar bonzinho do lado da minha mãe e do meu pai, sem eles precisarem se preocupar se eu estou tentando destruir uma loja. Eu nunca chorei desesperadamente no supermercado porque queria uma bolacha. Nunca minha mãe precisou levantar a voz pra mim pra nada. Nunca.

Sabe por quê? Porque eu desde sempre sabia que tinha de respeitá-los. E acima de tudo, eles sempre mereceram o meu respeito. Já vi crianças chegarem no pai e dizer “paiii eu quero esta bolacha”, ele disse não, a criança pensava em abrir a boca pra chorar e já estava na mira de um cruzado de direita. Pergunte se ela tentava outra vez? Claro que não.

A real diferença é que meu pai e minha mãe souberam me educar e de me colocar no meu lugar de criança. Sempre tive tudo o que eu queria, porém, quando ouvia um não, eu sabia respeitar e a entender o motivo.

Hoje em dia, criança birrenta manda em pais idiotas. Fato.

(Solução viável para crianças mal comportadas)

E agora ainda existe essa neura que criança tem que ser tratada com chocolate e mão na cabeça. Porra, até a Super Nanny tem vontade de socar aqueles moleques que ela visita. É um fato, filho birrento deve vai apanhar TODO dia, sem exceção, fazendo ele coisa boa ou não. Criança educada sim, merece recompensas e confiança.

Odeio criança.

PS: Lazarentos e desocupados, se já leram até aqui, comentem!
Se não o fizerem, desejo que contraiam um raríssimo câncer na borda do cu.

Grato, Platão.

36 comentários:

esquilo disse...

As crianças de hoje em dia são muito mais insanas, é essa a palavra que eu uso para defini-las.

Mãe do Platão disse...

Obrigada pela parte que me toca...
bjs

PS: vc também sempre foi um ótimo filho

LameDuck disse...

São raros os pais que criam seus filhos direito.
Grande parte das crianças acabam "aprendendo" com a vida, e não com os pais.

Acho que é obrigação dos pais educar as crianças e não da escola, como acaba acontecendo.

Não acho que agressão fisica seja o caminho para educar crianças. Até porque muitas crianças birrentas apanham sim.

Acho que muitas pessoas não tem capacidade de cuidar nem de um cachorro, quem dirá então de uma criança?

Falo isso por ver meus pais terem um cachorro "desobediente". E o pior é que as pirraças que o cachorro faz é na tentativa de agradar meus pais. ( e o bizarro é que não entendem isso ).

Acho que pra educar, inicialmente, deve-se deixar claro que o não se deve fazer, de forma simples e direta. E qualquer desobediencia a criança é "castigada". Castigo que pode ser desde ficar sem doce, até ficar sentada no tapetinho ( estilo super nani ).

Enfim, acho que lí nesse blog mesmo, deveriam é fazer um teste de inteligencia e se a pessoa fosse reprovada cortaria o saco fora ( ou as trompas ) e esse ser não teria filho nenhum.

Tudo bem que o capitalismo é movido por gente burra, então eu acabaria me fudendo por se acabasse com essa classe lazarenta ¬¬
euuaehuaehue

Beauvoir disse...

kkkkkkkkkkkkk! Putz, até que enfim esse povo começou a se manifestar contra esses capetas que minam o mundo!
Quando escrevi no meu blo sobre minha aversão a crianças, quase fui linchada.
Odeio crianças.E odeio falsos moralistas. Urg..
Adorei o post.
Beijos

Ana Paula disse...

Concordo plenamente com voce.
Certas pessoas nao nasceram para educar os filhos ¬¬

Ale disse...

Fiz o Comentario com medo da praga do cancer...kkkk

Mais É Verdade vc tem Razão.

Eu tbm Fui criado assim se meus pais me olhava com um olhar mais sério eu sabia q eu tava fazendo merda e era melhor parar enquanto eu não tinha apanhado.

Eu saia com meu pai e ele me levava pra comer e eu não aceitava, não comia nada se ele não comprase e me desse.

Nunca fui no mercado pra pedir e ele falar não tenho e eu ficar fazendo pirassa.

dá vontade de Bater na mãe ou no pai de uma criança q não tem educação por q a culpa não é da coitada da criança e sim dos Pais q não tem um Pingo de Competencia pra cuidar de um Filho.

abraço

giulianna_sweet_angel disse...

Excelente teoria!
Tb acredito q o mundo de hj está perdido nas mão dessas crianças que os pai não sabem educar!
Parabéns Platão!

KCT disse...

É meu caro Platão, mais um texto polêmico... Td tem um pq. As pessoas hj ditas 'MADURAS', 'INTELIGENTES' e 'CORRETÍSSIMAS' (sei) não suportam crianças, tem aversão, nojo, ódio... PQ? Provavelmente pq já nasceram adultos? Ou na hora do parto foram escarrados em tamanho gigante em algum esgoto? Algumas dessas pessoas deveriam ter os órgãos reprodutores arrancados pela via nasal. Qual o problema? Não vão usar mesmo, NÃO É?
Tenham seus próprios filhos, serão SEUS. Daí se vcs não tiverem capacidade de dar uma ótima e perfeita educação, vcs mesmos poderão espancar, torturar e os odiar de todo coração. Será tão bom não odiar o filho dos outros... Educação e repreensão tem q vir dos PAIS. Claro, q nem todos tem competência para educar, então quem tiver, q se prontique NÉ?
Hj não dá pra ser mãe pamonha. Há 20 anos atrás, td era muuuuuuuuito diferente mesmo. Antigamente, um pai olhava e os filhos sentiam a dor sem apanhar. Hj se vc olha feio pra um filho ele pergunta Q FOI...

Respeito é bom e realmente conserva os dentes. Cada um que carregue seu fardo e saiba dar educação pra suas crias, e que cada um respeite a escolha dos outros. KCT

thi disse...

qdo era criança...era um demonio.....

apanhava do meu pai todos os dias....

ate q um dia a gente sossega.....
e nao faz mais merda.....


ta cada dia melhor!

abrassssssssss

Daniel Bernardes disse...

Eu sou da seguinte teoria: os pais so devem bater nos filhos para educa-los ate os 8 anos, porque depois ele não vai aprender nada, é a partir dos 8 que se apica castigo.
O "olhar mortal da dor" aplicado pelos pais da minha geração e anteriores não é mais visto hoje em dia.

Hoje eu vejo esses moleques mimados e sem educação e fico com cada vez mais medo de ter filhos.

Mas eu tenho um exemplo na minha familia que me dá esperança; minha mãe foi o capeta em pessoa, um exemplo de menina birrenta. E a criação dela só não foi mais severa, por que meu pai de vez em quando freiava. Frase que ele falava com frequencia: "ta bom, já bateu d+, ou pode tirar do castigo, ele já aprendeu."
E o que isso proporcionou para os 2? elogios e mais elogios, todos falavam que eram os meninos mais educados que já viram.
Outro dia eu não aguentei, um primo pequeno desrespeitou minha tia e ela não fez nada. Meu sangue talhou na hora, eu dei um grito com o moleque, que ele parou na hora, e dei um esporro nele. Hoje em dia ele me respeita mais que os pais, e minha tia fica pedindo para que eu converse com ele.

Esse tipo de menino tem hora que fica pedindo disciplina, mas os molengas dos pais não conseguem dar.

Hugo disse...

Cara... na boa.. hoje com toda essa folia que foi criada em torno de não poder bater em crianças e blá blá bla.. tudo virou festa e ficou muito bitolado...
Imaginem vocês, na nossa época, se agente tinha essa moleza... e foram coisas assim, das quais tinhamos ódio há anos atrás, que hoje nos lembramos e ficamos agradecidos por termos nos tornado os adultos que somos (ou quase =D)

Eu semi-concordo com o fato de que as crianças podem sim, ser educadas na base da conversa, mas uns tapas nunca mataram ninguém...
E só pra constá: eu não suporto esse tipinho de mãe... na boa... quando a criança crescer ela vai se arrepender de não ter feito enquanto era tempo...

Francini disse...

Totalmente verdade!!!
Odeio crianças e ainda pra piorar não tenho um pingo de instinto materno....É claro q eu também não trato mal....
Em casa nem eu...nem meus irmãos nunca apanhamos...mas respeitávamos demais meu pai..o "olhar mortal" bastava...
Hj em dia..ele tá velho coitado...mima demais minhas sobrinhas...minha mães e meu irmão tb...as unicás q botam "moral" (limites) nas crianças é a minha cunhada e eu...
Acho q crianças devem aprender desde cedo q não poderão ter tudo o q querem na vida..por enquanto tá fácil, papai dá tudo...mas e depois quando crescerem???
Totalmente a fovar da "prova" para pais de um outro post!!!iuahiauha

Jáááárdel disse...

minha filha faz pirraça e apanha... faz de novo e apanha de novo, mas ainda num melhorou muito não

tem jeito não, eu num gostava muito de criança não, mas depois que eu tive minha filha... mudei completamente de opinião!

Jefferson disse...

Muito bom o texto...

só uma pergunta, vocês são de Novo Hamburgo?

Abraços

Jessika Thaís disse...

Nunca tive a menor intenção de ter filhos, pra falar a verdade não gosto muito de crianças. Mas hoje em dia tudo q tento tem criança no meio, é sério elas gostam de mim, só não me pergunte o pq.
Eu era uma criança danada, mas era educada, se não era pra fazer certas coisas eu não fazia e ponto(.) Mas eu tenho uns primos q se destruirem o posto de gasolina, eles ganham prêmios. UM HORROR!!!! Acho q todas essas crianças estão sendo treinadas para serem sucessores do Bush ou de outro demônio atual. Pronto, desabafei!

DL disse...

isso é falta de uma boa sura
pq na época que a gnt era criança as coisas andavam na linha ? pq se aprontava apanhava..
Agora se a criança apronta i td mundo acha bunitinho.
Pais devem dialogar com os filhos claro......mais se dialogando não resolve pega cinta i da uma cintada bem dada

Rosa disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk
Adorei e concordo em gênero, número e grau. Menino, tenho gêmeas e quando soube q estava grávida chorei horrores, pois ja tinha um guri de 6 anos que pra educar é preciso ter jogo de cintura... um dia no natal meu filho aos 3 anos de idade foi ao shopping comigo e umas amigas e deu um show de saia arribada como diria mainha, por causa de um aviãozinho lá caro pra dedeu, dai falei pra ele que não ia comprar que não tinha dinheiro... ele começou a berrar, a sessão de brinquedos lotada, morri de ódio, mais mantive a calma abaixei pertinho dele q estava sentado no chão com cara de capeta... e disse: se você não levantar dai agora, vou pegar vc pelo braço levar lá fora no jardim e te dar uma boa surra... rapidinho ele calou a boca e levantou. Em casa, conversei com ele e falei que por causa do mau comportamento ele ia ficar suspenso de ir ao shopping por 3 meses, ele de cara não entendeu o castigo, só q minha irmã todo fim de semana vai brincar com os guris no parquinho do shopping, dai ele entendeu depois do primeiro sábado sem ir, hoje quando ele quer algo fala: mãe a senhora pode comprar isso ou aquilo lá pra mim? Agora mudou a história... rsrs, Detesto guri mal educado e as filhas de uma puta de mães cretinas que não tem educação e deixam os pestes dos filhos delas perto dos meus, fazendo coisas errada, dai falo em alto e bom tom: filho esse comportamento ai é errado, essa criança é mal educada, por causa da mãe que não liga!!! Nem precisa falar a cara de ódio que elas ficam comigo, mais não ligo, faço carinha de anjo e passo a mão nas minhas crias e saio daquele inferno rapidinho....
Beijos filósofo...
Mais uma vez arrasou!!!!

Kah' disse...

"quando ela passou pela porta, o alarme apitou feito uma hiena com reumatismo"
rsrsrs ' rasheeey
quando eu era menorzinha o simples olhar dos meus pais me faziam parar tudo o que eu estava fazendo ficar quieta. não tinha essa de 'pai me dá a nova boneca polly agora senão eu planto um berreiro' na minha época era chinelada na boca e sem reclamação. podia chorar tbm não 'q
hoje em dia, pais estão tendo seus filhos mais cedo, não dão conta de criar, os guris crescem (as vezes nem precisam crescer tanto) viram pestes, pestes mesmo, mimadas, mal-educadas e os vizinhos são os que mais sofrem (minha época de morar em apartamento, um simples aí no último andar era escutado no prédio inteiro, um berro então ¬¬'). tenho ódiio de crianças birrentas, pais idiotas, vós que mimam e seus deriivados.


já falei o quanto adoro esse blog? *;*'

Srta Emy disse...

Putz... essa praga surte efeito!
Eu adoro crianças, mas as espertas, inteligentes e educadas. Sempre tenho vontade de beliscar as pestinhas!
Tou sempre por aqui e nunca comento... medo da praga!
Beijo malvado.
:*

Samuel disse...

aewwww alguem q odeia as crianças como eu e pença q a melhor maneira de educalas é na base da "porrada".
sempre respeitei meu pai, ate pq se naum respeitasse levava um tapao na orelha e olhe q era o senhor tapa.. pra vc caros desocupados q leem os comentario... meu pai foi mecanico borrachero caminhonero durante a vida toda e continua sendo, para vc terem uma ideia do tamanho da mao dele, do dedo minimo até o dedão da quase o tamanho de uma garrafa de Jhonnie e pra encerrar essa comovente histórias, crianãs mimadas deveriam morrer junto com seus pais

E tenho digo

Samuel disse...

aewwww alguem q odeia as crianças como eu e pença q a melhor maneira de educalas é na base da "porrada".
sempre respeitei meu pai, ate pq se naum respeitasse levava um tapao na orelha e olhe q era o senhor tapa.. pra vc caros desocupados q leem os comentario... meu pai foi mecanico borrachero caminhonero durante a vida toda e continua sendo, para vc terem uma ideia do tamanho da mao dele, do dedo minimo até o dedão da quase o tamanho de uma garrafa de Jhonnie e pra encerrar essa comovente histórias, crianãs mimadas deveriam morrer junto com seus pais

E tenho digo

Anônimo disse...

Trabalhe em uma crehe e morra, platao!

Anônimo disse...

Droga odeio crianças mal educadas tb... platão vc eh o max!

Marcos Gentile disse...

acho que voce fez uma reflexão certa sobre o assunto, realmente
essas crianças mimadas de hoje em dia o choro é aterrorizador e enche o peito de raivaa!
mas acho que a mídia ajuda bastante alienando os ja burros.

jota khan disse...

comentando so pra nao pegar tua praga!! =DD

As criancas de hj são umas pestes mesmo!! E eu não suporto isso, qnd tiver um filho ele vai ter q se comportar, criança fazendo os pais passarem vergonha não dá

Jhennifer Cavassola disse...

Costumo dizer que criança é igual a animal, quando junta mais de dois fede. Putss, amo demais crianças, mas crianças bem educadas, inteligentes... pestinhas quero distancia! Quando vejo muita criança junta, me dá um medo tão grande, sinto que elas irão me derrubar, é estranho, mas sinto isso. kkkkkkkkkkkkkk
Realmente o mundo de hoje está virado! Tenho duas irmãs, uma de 8 e outra de 10 anos. Caramba!!! Vejo o comportamento delas e o que meu pai faz pra educar e não entendo a diferença. Elas fazem tudo, gritam, morrem de chorar quando querem algo, desobedecem e eu pai não faz nada. Só olha e pronto! Quando era comigo ou meu irmão, era tudo mais diferente, era na mãozada mesmo kkkkkkkk
Ameiiii do começo ao fim a postagem rsss. Concordo plenamente parceiro!! Hummmm falta uma semana pra eu voltar a acomapanhar direito o blog.

Ainda bem que li tudo, não terei câncer no C... kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Beijos

Táxi Pluvioso disse...

Muita psicologia para educar filhos deu nisto.

Daniel disse...

Essas crianças mimadas de hoje me dão raiva

Teve um dia que me deu uma vontade de bater ... não na criança na mãe pra ver se ela aprende a educar a criança

pior é que essas crianças crescem
e destroem escolas como vimos essa semana aqui em SP

Heraclito disse...

Platao, vossa senhoria estava sobrio ao escrever este post? Achei que era outro dos filosofos escrevendo...

Mas vamos ao que enteressa e largar de frescuras.

So vim comentar (atrasado como sempre)para de ajudar no seu dilema de nao poder beber no seu horario de almoco: Leia Bukowski!!! Em especial Factotum que é uma excelente enciclopedia de como consiliar empregos diversos, bebidas e mulheres!!!

Felipe Augusto disse...

Muito bom o texto, Platão! Concordo plenamente com vc! A crianças estão dominando os pais, que cada vez mais perdem a fugura de autoridade perante seus filhos. É lamentável!!

Anônimo disse...

Comentei apenas porque fiquei com medo de contrariar cancer.

Anônimo disse...

Vc estava se saindo tão bem, até o final "odeio crianças", mas vc estava o tempo todo se referindo sobre ser culpa dos pais não saberem educar os filhos, então vc deveria terminar com.."odeio os pais que não sabem educar seus filhos".
Eu sou professora...novidade né?
Tenho 14 alunos , sabe quando que um deles respondem pra mim, fazem 1/3 dessa confusão q vc descreveu NUNKA, isso pq eu não posso enconstar 1 dedinho neles. Crianças são assim vc q coloca os limites, eu tenho um filho, outra novidade né?rs Ele me dá mais trabalho q os 14 juntos, mas ele já me conhece pelo olhar, e pelo psico-tapa...rsrs E NUNKA PASSEI ND NEM PARECIDO COM OQ VC DESCREVEU.
E como vc era na infância não conta mto né, pq vc é nerdinho até hj...rsrs

Bjussss, tirando o triste fim, ficou bom o texto.

Anônimo disse...

IUAEHUIAEHIUAEHUIHEIUHUIAE! O que tem de pai que não sabe cuidar dos filhos...
e quem se fode é quem ta do outro lado da história!

fabiano disse...

caraleo isso onde eh mesmo que deixa o comentario aki nessa porra dessa pagina, nao que eu SEJE SUSPERSTICIOSU mas vai que essa desgraca pega e eu nem sei se tem cura pra cancer na borda do cu.
brincadeiras de lado, achei do carilho essa cronica de onde esse mundo vai parar. muito boa mesmo. ah quem diz que na europa ou nos paiises desenvolvidos eh diferente, um caraleo que eh diferente, diferente eh soh a lingua que eles falam, mas o comportamento tanto dos pais como dos seu demonios, opa, quero dizer filhos nao sao diferentes. abraco
e quem achar ruim o meu comentario que vai se fuder e que pegue esse cancer na borda do cu com muita forca e com uma praga triplicada e eu tbm tenho uns bonequinhos vodoos

karynna disse...

Concordo com voce (autor desse comentario), quando diz que muitas vezes as crianças estão abusadas, birrentas, mandonas, por causa dos próprios pais, que pensam que amar é só passar a mão na cabeça, e dar de tudo quanto pedem e pior na hora que querem...
Acho que tem que se colocar no lugar de pai, e mostrar ao filho o lugar dele..de filho e que a opinião do filho é importante..mas a decisão é do pai...
Vejo muitas crianças por ai, que pensam que os pais são empregados delas...

Gnomo® disse...

Poha, para com isso de praga no cu poooo....... kkkkkkkk brincadeira a parte tbm concordo com algumas atitudes q alguns pais tomam em educar seu próprio filho, Antigamente era raro os casos, mas hoje parece q ta tudo fora do controle, pai violentando filho, filho matando pai, mals de todos os tipos aparecendo em toda parte do mundo e por ai vai, Espero q sirva de alerta para todos e Parabens pelo depoimento ^^^^ Abraço pra vcs pessoal hehehehe