sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

E aonde foi parar o Amor Próprio?


Queridos leitores lazarentos que acompanham esse bordel digital que tanto gosto, PUTA QUE PARIU, eu voltei! Imagino o quanto os senhores e senhoritas me xingaram nesse período turbulento e de pouca atualização, mas explicarei com maiores detalhes ao final desse post, pois agora venho aqui compensar pela falta de merdas escritas nesse período de tempo.

Meu querido amigo e filósofo Maquiavel da Silva me passou uma idéia muito foda de um possível post, escrito a mão pelo próprio. Gostaria de lhe dizer que sua letra se parece com hieróglifos maias, escritos por uma criança bêbada com mal de Parkinson . Puta que Pariu, que letra feia do caralho.

Pois bem, depois de horas para conseguir traduzir o texto, finalmente achei algo interessante entre os rabiscos, logo, tentarei transcrever o texto desse grande filósofo, que teve a ajuda inspiradora de uma amiga.

Queridos leitores, me digam se existe algo melhor nessa vida do que se sentir bem consigo mesmo? Poder ser você mesmo e compartilhar isso com todas as pessoas que te fazem bem. Poder mandar aquele filho da puta tomar no meu de seu orifício corrugado simplesmente pelo fato de essa ser sua vontade naquele momento. Você literalmente se amar do jeito que é. (meio homossexual, mas não deixa de ser verdade)

Mas como todo e qualquer ser humano impõe a si próprio uma condição de que amar ao próximo será algo intenso para que a felicidade realmente seja alcançada, logo você estará aos pés do “amor da sua vida”, um amor tão forte, que não sobrará lugar para o seu amor próprio. É cambada, nessa hora que você percebe uma coisa: Fudeu.

(Nosso querido amigo, Mr. Maromba, era uma pessoa feliz e de bem com a vida, hoje está assim! Falta de Amor próprio pessoas!)

Você muda. Transforma-se em algo que você mesmo chega a repudiar e a não entende como as coisas puderam chegar a tal ponto. O mundo perfeito se torna um lugar normal e sem graça.

Mas que fique claro que isso não é pelo fato de encontrar uma pessoa que te completa e que está ao seu lado, e sim pelo fato de você não se importar em ser mais você, e simplesmente se importar em ser o que acha que agrada tal pessoa.

A condição essencial para se poder amar alguém, é que antes de tudo você saiba como se amar. E isso, caros neandertais de merda, é algo que poucos conseguem fazer como se deve.

Quem te faz mudar por satisfação própria, não é uma pessoa boa pra você! Essa pessoa não pensa em sua felicidade, e sim no agrada a ela. Seja você, pois se ela te amar de verdade, as coisas se encaixaram perfeitamente.

Lembrando a todos, é um texto com idéia explicitas de Maquiavel da Silva, o qual pediu para que no final dedicasse a uma pessoa especial. (viadagem detected)

(imagem que explica o estado de espírito de Maquiavel)

E leitores, desculpe a sumiço repentino, a faculdade me tomou todo meu tempo disponível, e no trabalho, vários novos projetos a serem implementados, logo, eu não tinha nem tempo para mim! Resumindo, estava me fudendo de tanto trabalho que eu tinha.

Então, podem parar de me xingar, Platão está de volta, Sócrates postou e Maquiavel está um pouco sentimental (entenda como viadinho), mas ainda com ótimas idéias, agora a coisa vai!

E se vocês, miseráveis que me xingaram pela falta de atualização, quiserem realmente ajudar esses Filósofos, entre em nossa Comunidade do Orkut, e nos dêem a inspiração necessária para novos posts. Sei que tem uma cacetada de temas lá que eu ainda não escrevi, mas tem uns que preciso estar muito inspirado para poder escrevê-los. Tentaria colocar todos os assuntos pedidos lá em dia, mas enquanto isso, Ajude-nos.

Sem mais, só gostaria de desejar que todos sejam violados pelo Zezão pé de mesa, e fiquem sem sentar durante uma semana. Não sabe quem é Zezão pé de mesa? Clique aqui (Foto para maiores de idade)

Grato, Platão e Maquiavel.

Update:

Fiquei todo esse tempo numa correria do inferno, quando consigo um tempo para postar aqui, vocês, leitores mal agradecidos, não comentam?

Favor, peguem cancro mole e fiquem impotentes o resto de suas vidas!

Grato.

11 comentários:

LameDuck disse...

Eu me amo!
Uhuuuuu
AEHeauhaeu

que gay ¬¬

Bia *~* Ballu disse...

Hahaha, gostei xD

Tem + presente no blog
http://alacarte-domeujeito.blogspot.com

Anônimo disse...

pqp que merda de comentario foi essa antes de mim!! Ai vcs estão fazendo um bom trabalho mas precisam postar mais!!!!Agora vão se fuder!

thi disse...

kkkkkkkkkkkkkk

entao aquele bilhete q ele te deu na quadra, qdo estavamos jogando truco não foi uma cartinha de amor..?!?!?

isso é muito triste.......kkkkk

PS***mas....ou sou muito burro ou sei lá o q... pq ainda nao consegui ver pra quem este texto foi dedicado...

por favor...me ajude com minha pqna ignorancia.......

socos no s2!!!!!

Táxi Pluvioso disse...

Schwarzenegger encontrou Isaac Newton...

Diego Galeano disse...

Você acaba de ser indicado pelo http://curiofisica.blogspot.com para ganha um selo de reconhecimento do blog Minhoca Véia.

Entre e confira:

http://curiofisica.blogspot.com/2008/12/nosso-primeiro-selo-de-qualidade.html

Diego Galeano

LameDuck disse...

Ganhei dois Selos essa semana, por isso indiquei o blog de vocês para o selo:
Premio Dardos
e
Meu Blog Faz Barulho

passa lá no meu blog e pega os selos.

Abraços

Eduardo disse...

"Bia *~* Ballu" devia fazer aulas de marketing para divulgar o blog!

Jáááárdel disse...

senti isso na pele!
graças a Deus foi quando eu ainda tava novo...

resumindo a historia toda, quando me dei por conta, tava com um chifre maior do que a torre eiffel

depois disso virei homem e nunca mais passei por aquelas situações...
hehehe

esquilo disse...

Olá,
Te convidei para um meme:

http://esquilonews.blogspot.com/2008/12/meu-ltimo-dia-de-vida.html

Táxi Pluvioso disse...

Tango! Surrealizar um quarto.

Rádio por encomenda.