sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Nacionalismo Filosófico


Pessoas Maravilhosas, depois de um longo tempo de reflexão volto a escrever nesse blog em crise financeira.

Bom, hoje estou escrevendo sério sobre o nacionalismo em coma dos jovens brasileiros. É impressionante a forma como qualquer gringo analfabeto em seu país chega aqui e vira rei.

Ninguém ta nem ai pra porra nenhuma, a não ser carnaval e a colocação em que se encontra o seu time de futebol. Enquanto isso, continuamos vendidos para o exterior, sem pudor algum, fodendo com tudo o que temos de bom por aqui, se é que temos algo.

Não, eles não querem a Amazônia bando de estúpidos ignorantes!

Na verdade querem nosso país por completo, mão de obra barata, povo sem interesse e rico em matéria prima. Um típico lugar fácil para se chegar e dominar todos os ramos existentes.

Digam com sinceridade, vocês votaram em quem nas ultimas eleições?

Votaram com consciência ou pelo simples fato de votar?

Ontem em uma "reunião" regada a muitas Heinekens com Platão chegamos à conclusão que o jovem brasileiro continua alienado... (raras exceções)

(As Heinekens)

Onde está a consciência de nação no povo brasileiro? Por qual motivo o povo acha que não tem poder? Senhores desprovidos de inteligência, vou lhes contar um segredo: O Povo é o maior poder de uma nação, quando buscam os mesmos ideais.

Hitler que o diga.

Esta na hora de tomar uma atitude, tendo mais pulso com os governantes... votaremos nulo? Aliás, para que votar? Porque a democracia é algo que o povo faz tanta questão de ter?

Democracia significa que o poder está na mão do povo. Ou seja, a maioria escolhe quem vai governar o País. Só queria saber quem foi o filho de uma prostituta que deixou uma decisão tão importante na mão da maioria? Será que nunca leu um livro de história?

Foi sempre a maioria a grande responsável pelas desgraças. A maioria quis queimar a minoria que falava que a terra era redonda. A maioria gritou "crucifica" pra Jesus, sendo que a mesma maioria hoje o idolatra como uma entidade divina. A maioria, há décadas, dá audiência pra novela das oito. Alguma vez a maioria já fez alguma coisa digna?

Pedir que a maioria escolha alguma coisa é o mesmo que pedir pro Chaves ir comprar ovos. Você sabe que vai dar merda, mas insiste em confiar a tarefa na mão de um incompetente completo.

(Chaves, aceitando ir comprar ovos)

Ninguém mais nesse país vota por um ideal, mas pelo o que mais vai se beneficiar. Ou seja, a maioria vota egoisticamente. Votam pra si, não pelo povo.

Guarde isso: Pessoas que realmente querem mudar algo não têm tempo pra perder com eleições.

Gandi nunca disse: "Povo da Índia, votem em mim que liberto vocês". Ele não tinha tempo pra perder em campanha. Com o povo votando ou não nele, ele foi lá e os libertou. Martin Luther King nunca disse: "Negros, votem em mim e lutarei contra o racismo". Ele foi lá e lutou pelos direitos de todos. Che nunca se candidatou. Ele foi lá e fez sua revolução.

Pessoas que realmente querem fazer algo estão tão ocupadas em seus propósitos que não tem tempo pra disputas.

Tudo bem, tudo bem... estou pegando pesado porém acho importante uma reflexão sobre que rumo as pessoas esperam que siga a sua nação.

"Um país sem soberania e uma diarréia sem papel higiênico", só pode dar merda.

Acharam meu texto Maquiavélico? Porque será?

Servimos bem para servimos sempre!

Passar Bem...

Maquiavel da Silva

11 comentários:

Luan disse...

ótimo post. to vendo que vcs voltaram com tudo (uii), to me sentindo mais burro depois de ler isso... =P

Jean disse...

Puta merda Maquiavel! Muito bom seu post!!!

concordo plenamente com vc!!!!

posso colocar parte do texto em meu blog e fazer uma propaganda de vcs???

abraços!

Filósofo Maquiavel disse...

Claro que pode Jean...

Fique a vontade para utilizar o texto!

Fico feliz que tenha gostado!

Servimos bem para servimos sempre.

Maquiavel da Silva

LameDuck disse...

Muito foda!
"Pedir que a maioria escolha alguma coisa é o mesmo que pedir pro Chaves ir comprar ovos"

eahehehuae
adorei essa frase :D

morcego disse...

Realmente é um fato a total alienação dos jovens brasileiros. Está certo, não sou patriota, na verdade até desejo que esse povo acéfalo (maioria da nação brasileira) agonize em um mar de magma, porém é realmente uma revolta observar que o povo não passa de uma espécie bovina de ser, sendo manipulada de forma tão fácil. Salvo raríssimas exceções.

PS: Esta é a primeira vez que teso um comentário, o motivo ao qual me levou a isso foi a foto das Heinekens.

Filósofo Platão disse...

Eu Acho que eu te inspiro, seu bêbado transviado politicamente incorreto!

Mandou bem pra caralho... ia diria que parece até eu escrevendo!

Continue assim! E aos outros 2 filósofos que nunca postam, favor degustarem de minha glande!

Grato, Platão

Lisabelle disse...

Adorei o post! Inteligentissimo..

Jáááárdel disse...

Já dizia o filosofo Falcão:

"Se grito resolvesse, porco não morria"

Fazer alguma coisa ninguém faz isso é que é foda

vocês deixariam os empregos hoje, pra sair em passeata contra o aumento do salarios dos deputados?

com certeza não!

Pra acabar mesmo com essa corrupção, temos que fazer uma revolução armada!

Sair dando fim nessa turma de safado a força!

Revolução já!

E enfia o dedo no cú e cheira Maquiavel!

Silvano Vianna disse...

Muito bom dos dois textos esse e o de Filosofia das Filas. Vocês voltaram do carnaval com tudo. Grande reflexão sobre algo que tenho discutido muito com uns amigos meus que assim como eu se engaijaram no Movimento Estudantil, mas como quase tudo aqui nesta terra percebemos que somos poucos os interessados em mudar alguma coisa e que são muitos os interessados em mudar a sua própria vida. Acho que as pessoas em geral esqueçem que muitas vezes lutar por todos é uma luta pra um mundo melhor pra sí também. Mas é foda, exige mais sacrifícios e um altruismo da porra. De qualquer forma prabenizo a vocês pelos ótimos textos. E contiem postando sempre.
Abraços!

Anônimo disse...

Nd é tão simples.....gostei!!

Táxi Pluvioso disse...

A Heineken produziu mais filosofia que as universidades.