sexta-feira, 29 de abril de 2011

A díficil vida de seres portadores de Pirombas


O filho pródigo finalmente volta ao lar, e não, não estava com saudades de vocês.

E já chego para questionar o leitor “macho alpha”, se é que existe algum perdido por aqui!

Se atente a pergunta abaixo:

Você, por acaso, já teve problemas em se relacionar com sua piromba?

Sim, é um pergunta séria, com base em uma pesquisa de utilidade pública.

Tenho certeza que em algum momento inoportuno e sórdido, seu amigão já resolveu dizer um belo "oi" ao mundo entre suas pernas, fazendo um volume desconcertante em sua vestimenta inferior!

Logo, afirmo categoricamente: o pênis não foi contemplado com muita inteligência e bom senso. Digo-lhes alguns motivos.

Hoje, voltando do almoço, sozinho e tranquilo, tragando mais de 4700 substâncias tóxicas, e nicotina, que causa dependência física ou psíquica, sinto a paudurência tomar conta de meu membro inferior.

Pinto filho de uma puta, por qual razão se manifesta no período vespertino, depois de uma refeição tranquila e onde não houve nenhum contato visual ou físico com um espécime feminino seminu?

(ato corriqueiro de uma piroca brincalhona)

Mantive-me por incríveis 27 minutos com as mãos no bolso, até me acalmar! 27 minutos é quase um recorde mundial de paudurência sem estímulos.

Outro fato corriqueiro e verossímil que ocorre com certa frequencia no mundo peniano.

Você acorda, serelepe, pimpão e com ressecamento do líquido que compõe a lágrima (conhecida pelos íntimos como remela), e por leis divinas, sempre precisa dar uma mijada!

Óbvio e ululante, que ao chegar no banheiro e sacar a piroca pra fora, ele estará olhando em seus olhos! (literalmente)

Será necessário habilidades dignas dos protagonistas do Cirque Du Soleil para que não acabe mijando na própria testa!

Mais um exemplo? Ok, vamos lá!

Após a prática do coito, tudo o que você deseja é descansar e entrar em modo de morte cerebral aguda (em outras palavras, visitar sua caixa do nada), e é obvio que sua parceira simplesmente vai ignorar esse detalhe fisiológico masculino.

O que ela faz? Te abraça, faz um carinho e conversa sobre a vida!

Enquanto isso, a única coisa que passa na cabeça do indivíduo Pós Coito é:

DEIXA EU QUIETO CARAIO, JÁ TE DEI OS MELHORES 28 SEGUNDOS DE PRAZER, SÓ EQUIPARADO AOS MITOS PORN STARS DA DÉCADA!

E sabe qual é o resultado da garota fazer algo que você não deseja? (Nesse caso, um abraço e a conversa pós coito)


UMA EREÇÃO!

Isso mesmo amigos, que moral temos para pedir um tempo exclusivo depois de uma apresentação sexual magistral, se o meninão tá parecendo uma mandioca fincada no cimento?

(Essa é "a" Mandioca)

Com certeza, o cientista que inventar o botão ON/OFF de Pirocas, será um herói mundial, e aproveitará das maiores riquezas da humanidade. Harvard já estuda o caso!

Grato pela leitura.

Ps: Você acaba de ler um texto enorme sobre pintos. Parabéns, sua mãe deve se orgulhar.

Ps2: Filósofos Bêbados também no Tumblr, quero ver eu conseguir atualizar tudo isso.


Ps3: Não prometo atualizações diárias, nem conteúdo de qualidade, só posso afirmar que estou animado para voltar a escrever. Não gostou? Alt F4 e seja feliz!

5 comentários:

Jhennifer Cavassola disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. já rimos tanto aqui. Caraca meu, como consegue voltar tão bem assim em? Parabéns!!! Estou feliz que está empolgado pra voltar, somos dois rss.

Mas voltando ao assunto... bom é a vida de casado. Você dorme tranquilamente, mas não é só o pé que fica pra cima rssssss, dai sua esposa ver aquilo, logo se empolga, de repente você acorda com ela em cima de você que nem uma louca no cio e você sem entender nada (risos) pensa: nem dormir eu posso caraleoooo rsss.

Coisas que acontecem no cotidiano.

Anônimo disse...

Acabo de añadir el feed a mis favoritos. Me gusta mucho leer sus mensajes.

Pitágoras disse...

Voltando com força total!!! agora ninguem segura os filosófos!!!!
a não ser o trabalho e as mulheres, mas disso nos damos conta!

Jáááárdel disse...

Vc podia ter ficado quieto em casa dando a ruela pro seu cachorro que seria melhor!

Ninguem sentiu sua falta vagabundo!

Mas já que voltou...

Filósofo Platão disse...

Você estava é com saudades. Isso sim.

Se desejar, mais tarde lhe darei um abraço.

Sem mais.

Platão